(12) 3966-2823contato@aamu.org.br

Escola Vó Maria Felix

A Escola Vó Maria Félix recebe crianças desde os 0 até aos 6 anos de idade. Cerca de quarenta alunos fizeram parte do ano pioneiro. Ao longo do tempo este número foi aumentando significativamente, sendo que hoje a escola conta com cerca de cento e setenta alunos. No entanto, temos a ânsia de crescer ainda mais. Queremos aumentar e melhorar as condições do nosso estabelecimento.

Já iniciamos trabalhos de ampliação, e para tal temos contado com a colaboração voluntária dos pais dos nossos alunos. Contudo, não temos recursos financeiros para realizar muitos dos nossos projetos e de melhorar ainda mais aquela que é a segunda casa das crianças. Várias são as inscrições que recebemos anualmente, cerca de 1400.

Porém, por falta de possibilidades, nem todas as crianças podem fazer parte do nosso sonho. Deste modo, é feita uma seleção que tem como critérios a situação econômica e familiar. Tentamos ajudar os mais cadenciados, mas também os que podem contribuir mensalmente com o valor mínimo que a escola pede – 20 reais – para ajudar nas despesas diárias. Este valor corresponde a 10% do valor das necessidades da escola, sendo que 60% são financiados pela Prefeitura.

Cerca de quatro professoras e nove educadoras preenchem o dia das nossas crianças, contribuindo para o seu desenvolvimento pessoal e cognitivo.

Os nossos principais fins são: contribuir para o bem estar, a valorização pessoal e a plena integração social das crianças e dos jovens que, por razões de natureza diversa, passam por dificuldades no seu cotidiano.

Para concretizar os seus projetos, a ONG pretende promover a realização, participação ou patrocínio de ações de caráter cultural, educativo, artístico, científico, social e de assistência. Por vezes tentamos levar os nossos alunos a sair da escola em atividades que potenciam o seu desenvolvimento. Acreditamos que existe uma série de vantagens em colocar as crianças em novas situações e novos ambientes, para que elas aprendam a lidar com diferentes situações.

Consideramos também que estas saídas contribuem para que a criança conheça para além da sua realidade diária e sorria com situações novas e agradáveis. Fazemos o possível para, por exemplo, levá-las à biblioteca do bairro e uma vez por ano vamos ao clube recreativo Thermas, com o qual temos uma parceria. As crianças anseiam por este dia desde o começo do ano letivo.

Gostaríamos de poder realizar mais atividades extracurriculares, mas infelizmente por falta de meios não conseguimos fazê-lo.